Formas de pagamento:

Parcelamento sem juros nos cartões de crédito.

Boleto bancário.

R$ 20,50

Detalhes do Material

Iniciam os trabalhos

Embora bem mais tímido do que havia sido inicialmente planejado e anunciado, passa a ser cobrado neste mês, o envio das informações de Saúde e Segurança do Trabalho em meio eletrônico. A medida vale por enquanto apenas para as empresas com maior faturamento, mas tudo indica que a partir de agora, as coisas devam engrenar e em janeiro próximo, já entrarão as demais empresas, ficando apenas o último grupo para envio em julho do ano que vem.
Com o início dos eventos no eSocial veio a transformação do PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário) que sai do papel e também deverá ser enviado em formato digital a partir de janeiro. A mudança, garantem especialistas, melhora a qualidade das informações com uma percepção do risco mais fidedigna, aumenta a segurança jurídica para as empresas, reduz a judicialização do benefício da aposentadoria especial, assegura a guarda das informações e confere mais transparência na fiscalização das empresas que não recolhem devidamente o adicional.
Confira sobre estes assuntos na Entrevista Transformação necessária, a partir da página 12. Também as seções Por Dentro e a coluna eSocial, respectivamente nas páginas 22 e 34, trazem detalhes importantes.


REPORTAGEM DE CAPA / SST EM SUPERMERCADOS

Preservar a saúde e a segurança em supermercados é desafio que deve
começar no projeto das lojas e no planejamento das atividades

A gestão de saúde e segurança no setor supermercadista, um dos que mais emprega no país, ainda deixa muito a desejar. Operadores de checkout, organizadores e repositores de mercadorias, profissionais de açougue e padaria, entre outros, estão expostos a uma série de agentes de riscos com predomínio das questões ergonômicas e psicossociais. Com a pandemia, trabalhadores do segmento estão entre os que mais adoeceram pelo novo coronavírus. Uma adaptação rápida foi necessária, pois a atividade em supermercados é essencial, e não pode parar.


ENTREVISTA
REFLEXOS DO eSOCIAL NA PREVENÇÃO
O Coordenador-Geral de Benefícios de Risco e Reabilita­ção Profissional na ­Secretaria de Previdência do Ministério do Trabalho e Previdência, O­rion Sávio Santos de Olivei­ra, integra a equipe técnica do eSocial com foco nas informações de SST. No mês em que inicia o envio dos e­ventos em meio digital, ele ex­plica sobre a importância do envolvimento das empresas e profissionais com o novo sistema, os impactos futuros, a simplificação e outros assuntos. Ele é advogado com formação em Segurança e Saúde no Trabalho pela OIT.


MANUAL PARA SELEÇÃO DE EPI
A PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA IDEAL
A escolha dos Equipamentos de Proteção Respiratória é responsabilidade da empresa e equipe técnica.

ARTIGOS
ROUPAS DE PROTEÇÃO
Método avalia durabilidade de tecidos desenvolvidos para proteger contra agrotóxicos.

DANOS EXTRAMUROS
Incêndio em Barueri alerta para a importância do gerenciamento de riscos em áreas classificadas.